Tiradentes

Festival MIMO

PERÍODO DE 28/09/2017 a 30/09/2017

Local: Tiradentes

Endereço:

O MIMO, maior festival de música instrumental gratuito do Brasil, volta a Ouro Preto e Tiradentes.

Última Atualização: 29/09/2017

 
O MIMO Festival, uma realização da Lu Araújo Produções e da Musickeria, que acontece em Tiradentes e Ouro Preto, de 28 a 30 de Setembro de 2017
 
PROGRAMAÇÃO COMPLETA TIRADENTES E OURO PRETO – 2017
 
CONCERTOS
 
 Artista: Prêmio MIMO Instrumental (A Definir)
Circuito MIMO Tiradentes - Igreja São Evangelista, 28 de setembro, 19h30
Artista: Prêmio MIMO Instrumental (A Definir)
Circuito MIMO Ouro Preto - Igreja do Rosário, 29 de setembro, 19h30
Artista: ALA.NI (Inglaterra)
Intérprete elegante e de voz envolvente, inspirada por cantoras de jazz e musicais americanos, como Billie Holiday e Judy Garland, a londrina, de origem caribenha, é uma revelação no cenário europeu. Em turnê para promover o primeiro CD, “You & I” – no qual também brilha como autora - Ala.Ni fará a sua estreia no Brasil, no Circuito MIMO, em Ouro Preto e Tiradentes.  Desde cedo, demonstrava aptidão para as artes e, assim, ingressou na Escola de Teatro Sylvia Young – frequentada, entre outros, por Amy Winehouse. Foi vocalista de Andrea Bocelli, Mary J. Blige e Blur, até sair em carreira própria. Depois de lançar quatro EPs, passou a ocupar espaço nobre na mídia e a seduzir milhares de fãs, inclusive por conta dos vídeos originais que caprichosamente produz.
 
Cidades e datas:
 
Circuito MIMO Tiradentes - Igreja Matriz de Santo Antônio, 28 de setembro, 21h
Circuito MIMO Ouro Preto - Igreja do Carmo, 29 de setembro, 20h30
MIMO Paraty – Igreja da Matriz Nossa Senhora dos Remédios, 08 de outubro, 20h
Artista: Zé Nogueira & Arthur Dutra – participação Bruno Aguilar  (Brasil)
Um dos mais atuantes nomes da música instrumental brasileira dos últimos 40 anos, Zé Nogueira tem o sax soprano como voz principal, é arranjador e produtor refinado. Integrou a Banda Zil, lançou dois álbuns (“Disfarça e chora”, de 1995, e “Carta de pedra”, de 2008), gravou e tocou com grandes nomes da MPB, como Moacir Santos, Chico Buarque, Djavan e Ney Matogrosso. O experiente artista se uniu ao jovem vibrafonista e compositor Arthur Dutra em 2009 e, juntos, desenvolveram a sonoridade do sofisticado álbum “Encontros” (2016). O baixista Bruno Aguilar participa do concerto que traz obras do próprio Arthur, Guinga, Tom Jobim, Villa-Lobos, Egberto Gismonti, Cyro Pereira e Mario Albanese e dos jazzistas contemporâneos Anouar Brahem e Didier Malherbe.
 
Cidades e datas:
 
Circuito MIMO Tiradentes - Igreja Matriz de Santo Antônio, 28 de setembro, 21h
Circuito MIMO Ouro Preto - Igreja da Matriz de Nª. Sª do Pilar, 29 de setembro, 21h
Artista: Anne Paceo (França)
Uma das maiores figuras do novo cenário do jazz francês, que se distingue pela trajetória e personalidade singulares, a baterista e compositora Anne Paceo já realizou concertos em mais de 4o países de cinco continentes. A artista, que vem pela primeira vez ao Brasil, tem quatro álbuns saudados pela crítica e arrebatou importantes prêmios - o Django de Ouro de “novo talento”, em 2010, e dois Victoires du Jazz, o primeiro em 2011, como “revelação do ano”, e o segundo, em 2016, como “artista de jazz do ano”. Com sólida formação acadêmica, produz uma mistura interessante de tudo o que ouviu ou experimentou, da música clássica ao pop, da world music à eletrônica. Ela apresentará no Circuito MIMO  seu mais recente álbum, “Circles”, ao lado de seu novo e virtuoso grupo.
 
Serviço:
 
Circuito MIMO Tiradentes - Igreja São Evangelista, 29 de setembro, 19h30
 
Circuito MIMO Ouro Preto - Casa da Ópera, 30 de setembro, 22h
 
Visite o site: http://mimofestival.com