A construção do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Praça da Liberdade foi iniciada na época da fundação da nova capital (1895-1897). Feita para abrigar a sede do poder, as primeiras Secretarias de Estado obedeciam a tendência da época - estilo eclético com elementos neoclássicos.

Ao longo dos anos, o núcleo foi recebendo construções de diferentes estilos arquitetônicos. Nas décadas de 50 e 60 prédios modernos foram implantados, como o Edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública. Já nos anos 80, em estilo pós-moderno, foi inaugurado o Centro de Apoio Turístico Tancredo Neves. Hoje, a praça é ponto de encontro da cidade, atraindo pessoas de todas as idades, além de ser um tradicional palco de apresentações gratuitas e abrigar diversos museus em do circuito cultural.